POR QUE A DOCUMENTAÇÃO ORTODÔNTICA É IMPORTANTE?




A maioria das pessoas está preocupada com a beleza dos dentes. Para esbanjar um sorriso harmônico nas fotos e na vida real, é necessário seguir hábitos de higiene, ter atitudes preventivas e tratar os eventuais problemas odontológicos. Neste último caso, o primeiro passo, geralmente, consiste em providenciar a documentação ortodôntica solicitada na consulta com o especialista.


Assim, é preciso antes identificar quais são os problemas orais para se chegar à solução mais viável. Neste texto, explicamos qual é a importância da documentação ortodôntica, ressaltando o que é, como é feita e para que serve. Leia agora mesmo!

O que é a documentação ortodôntica?

Documentação ortodôntica é, em resumo, o conjunto de exames, geralmente de imagem, que ajudam o profissional a diagnosticar o problema, a fim de que ele possa estudar quais os tratamentos adequados ao paciente.

Por isso, ele deve pedir-lhe a documentação em um primeiro momento, para que defina a linha de atuação que adotará para tratar de você. Bastante útil, a documentação é sempre consultada ao longo do processo, também com a finalidade de verificar a evolução do tratamento.

Como a documentação ortodôntica é feita?

Em geral, os dentistas requisitam fotografias intra e extra-orais, modelos de gesso e radiografias, principalmente quando existe a possibilidade de usar aparelho ortodôntico. Procure colaborar para que as imagens e moldes possam, de fato, ajudar a identificar sua condição pelo profissional.
Fotos frente, perfil e sorrindo - Fotos Extrabucais
Fotos intrabucais
Radiografia panorâmica
Radiografias periapicais
Análise Cefalométrica
Telerradiografia de perfil ou lateral


É desnecessário preocupar-se com dor durante os procedimentos, uma vez que não a causam, ainda que a moldagem e as fotos intra-orais possam ser desconfortáveis. Além disso, os resultados do mapeamento oral não demoram a ficar prontos, o que torna o processo ágil.

Qual a importância da documentação ortodôntica? 

O Que É Flúor?

O flúor é um mineral natural encontrado em toda a crosta terrestre e largamente distribuído pela natureza. Alguns alimentos contêm flúor, assim como a água fornecida por algumas empresas de serviço público.

O flúor é geralmente adicionado à água potável para ajudar a reduzir a incidência de cáries nos dentes. Na década de 30, pesquisadores encontraram pessoas que cresceram bebendo água naturalmente fluoretadas. Desde então, os estudos têm mostrado repetidamente que quando o flúor é adicionado ao suprimento de água da comunidade, a incidência de cárie diminui. A Associação Brasileira de Odontologia, a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, dentre muitas outras organizações têm endossado o uso de flúor nos suprimentos de água, devido ao seu efeito preventivo contra a cárie.

Como o flúor atua?

O Que É Restauração?


A restauração é uma forma de fazer com que o dente afetado pela cárie volte à sua forma e sua função normal. Quando o dentista faz uma restauração, ele primeiro remove a parte do dente que está deteriorada, limpa a área atingida e então preenche a cavidade limpa com um material de restauração.
Ao fechar os espaços onde as bactérias podem se infiltrar, a restauração também ajuda a prevenir uma deterioração posterior. Os materiais utilizados para as restaurações podem ser ouro, porcelana, uma resina composta (restauração da cor do dente) e amálgama (uma liga de mercúrio, prata, cobre, estanho e algumas vezes zinco).

Qual o melhor tipo de restauração?
Não existe um único tipo ideal para todas as pessoas. O que é melhor para cada um será determinado pela extensão do preparo, a possível alergia a certos materiais, o local da boca que precisa ser restaurado e o custo. Algumas considerações a respeito de cada material:

·         Restaurações de Ouro são feitas sob encomenda em um laboratório de prótese e cimentadas no dente em questão. As incrustações de ouro são bem aceitas pelos tecidos gengivais e podem durar mais de 20 anos. Por esta razão, muitos autores consideram o ouro o melhor material de restauração. No entanto, é geralmente a opção mais cara e requer múltiplas visitas ao dentista.
Restauração de ouro
  •   Restaurações de amálgama (prata) são resistentes e relativamente baratas. Entretanto, devido à sua cor escura, são mais aparentes que a porcelana ou o composto de resina, e não são utilizadas em áreas muito visíveis, como os dentes anteriores.
Amálgama prateado
·         Resinas compostas (plástico) combinam com a cor dos seus dentes e, portanto, são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural. Os ingredientes são misturados e colocados diretamente na cavidade, onde endurecem. As resinas compostas não são o material ideal para grandes restaurações, pois podem lascar ou se desgastar com o tempo. Também podem manchar com pigmentos como o café, chá ou tabaco, e não duram tanto quanto outros tipos de restaurações - em geral de três a 10 anos.

Restauração branca composta

Dicas para curtir o Carnaval e proteger a boca


          Escove seus dentes três vezes ao dia e não esqueça do fio dental;

          Em caso de lesões na boca, procure um profissional especializado;

          A troca exagerada de micro-organismo potencializa as chances de doenças. Por isso, a especialista indica evitar beijar várias bocas em um curto espaço de tempo;

          Beba bastante água ao ingerir álcool. Isso irá ajuda a reduzir as chances de manchas nos dentes;

          Não substitua a escovação por balas e chicletes, isso resultará em sérios danos aos seus dentes.

ODONTO PLUS
(Clínica Odontológica)

No carnaval iremos funcionar para emergências, nos dias 2 e 4 das 8:00 as 17:00, no dia 6 (quarta-feira de cinzas) das 13:30 as 17:00.

Agende agora mesmo um horário!
Pague o seu plano de tratamento parcelado no cartão de credito ou boleto bancário.

Tel.: (73) 3237-2681 / 98140-4724

WhatsApp: (73) 98853-1364


Rotas do Google Maps:

O Que São Próteses?

Próteses são aparelhos utilizados em substituição aos dentes ausentes que podem ser fixas ou retiradas e recolocadas na boca. Embora leve algum tempo para que a pessoa consiga se habituar a utilizá-las e embora não sejam exatamente iguais aos dentes naturais, atualmente elas oferecem uma aparência mais natural e maior conforto quando comparadas a aquelas de alguns anos atrás.
Existem dois tipos principais de próteses: totais (dentaduras) ou parciais, que podem ser fixas ou removíveis. Seu dentista irá ajudá-lo a escolher o tipo de prótese mais apropriado, dependendo do número de dentes a ser substituídos e o custo do tratamento.

Como funcionam as próteses?
No caso de próteses totais, uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apoia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada em formato de “U”, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.
As próteses são feitas sob medida em parceria entre o dentista e o técnico em prótese dental,

Extração De Dente: Motivos, Tipos E Recuperação

Introdução

Se um dente quebra ou é danificado pela cárie, o dentista tentará consertá-lo com uma restauração, coroa ou outro tratamento dentário. Mas, quando o dano é muito grande, pode haver a necessidade de extraí-lo.
Algumas razões comuns para a remoção de dentes, além de danos e cárie, são:

Algumas pessoas possuem dentes adicionais, que compromete o alinhamento dos dentes.

Dentes de leite (decíduos), por vezes, não caem e atrapalham a erupção dos dentes permanentes.

Pessoas que colocarão aparelhos ortodônticos podem precisar da extração de dentes para abrir espaço para os dentes que serão alinhados.

Pessoas que se submetem à radioterapia na cabeça ou pescoço podem ter de extrair alguns dentes.

Pessoas que recebem medicamentos contra o câncer podem desenvolver algumas infecções, pois esses medicamentos fragilizam o sistema imunológico. Dentes infeccionados podem necessitar de extração.

Aparelhos Ortodônticos Podem Melhorar Seu Sorriso E Sua Saúde Bucal

O tratamento ortodôntico é usado para corrigir uma "mordida torta”, condição conhecida como má oclusão e que envolve dentes que são apinhados e tortos. A correção do problema pode criar um sorriso bonito, mas o mais importante é que o tratamento ortodôntico resulta numa boca mais saudável. Isso ocorre porque os dentes apinhados e tortos dificultam a limpeza da boca, o que pode levar a cárie dentária, doença periodontal e, possivelmente, perda dentária.

A maioria dos dentistas é treinada para tratar problemas ortodônticos menores. Se o dentista considerar que o paciente deve consultar um especialista para tratamento, ele encaminhará o paciente a um ortodontista.