Manutenção do aparelho ortodôntico

Qual a importância da manutenção do aparelho ortodôntico?

Um tratamento ortodôntico é feito por fases. Isso significa que após o molde da boca do paciente, o ortodontista elabora um aparelho sob medida que será alterado durante todo o tratamento.
O ajuste, conforme é chamado pelos pacientes, é o que promove o alinhamento dos dentes gerando o resultado esperado.


Embora no primeiro dia, logo após a visita ao dentista, a maioria dos pacientes se queixe do incômodo, esse desconforto é necessário e deve ser suportável em termos de dor. Caso o paciente tenha muita dor, o ortodontista poderá receitar alguns analgésicos para minimizar o problema.

Outubro rosa



É um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, o Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure.

A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Tratamento de canal



O tratamento do canal da raiz dentária consiste na retirada da polpa do dente, que é um tecido encontrado em sua parte interna. Uma vez que a polpa foi danificada, infeccionada ou morta é removida, o espaço resultante deve ser limpo, preparado e preenchido.
Este procedimento veda o canal. Alguns anos atrás, os dentes com polpas infeccionadas ou mortificadas eram extraídos. Hoje em dia, um tratamento de canal salva muitos dentes que de outra forma teriam sido perdidos.

Os casos mais comuns de polpa infeccionada ou morta são:

Dente quebrado
Cárie profunda
Dano ao dente, como um trauma forte, seja ele recente ou mais antigo.
Estando a polpa infeccionada ou morta, se não for tratada, pode se formar pus na ponta da raiz dentro do osso maxilar, formando um abcesso. O abcesso pode destruir o osso que circunda o dente, causando dor.

Como é tratado o canal?

O tratamento de canal é feito em várias etapas, realizadas em várias visitas ao consultório, dependendo do caso. São elas:

Facetas dentárias

As facetas dentárias são próteses de porcelana finas que são coladas na frente dos dentes (conhecida como face vestibular), proporcionando uma aparência natural e atraente. As facetas dentárias são usadas para corrigir dentes trincados, manchados, desalinhados, desgastados, desiguais ou com espaçamento anormal.



Tipos de facetas dentárias

Os dois materiais mais comumente usados na fabricação das facetas dentárias são a resina e a porcelana. Ambos os tipos podem ser fabricados por um protético em laboratório de prótese dentária, chamadas facetas indiretas, ou ainda com aplicação direta de resina no consultório, conhecida como faceta direta.
As facetas são coladas aos dentes com cimento resinoso. A porcelana é um material frágil, mas, quando firmemente colada ao dente, pode tornar-se muito forte e durável.

Como as facetas são colocadas?

POR QUE A DOCUMENTAÇÃO ORTODÔNTICA É IMPORTANTE?




A maioria das pessoas está preocupada com a beleza dos dentes. Para esbanjar um sorriso harmônico nas fotos e na vida real, é necessário seguir hábitos de higiene, ter atitudes preventivas e tratar os eventuais problemas odontológicos. Neste último caso, o primeiro passo, geralmente, consiste em providenciar a documentação ortodôntica solicitada na consulta com o especialista.


Assim, é preciso antes identificar quais são os problemas orais para se chegar à solução mais viável. Neste texto, explicamos qual é a importância da documentação ortodôntica, ressaltando o que é, como é feita e para que serve. Leia agora mesmo!

O que é a documentação ortodôntica?

Documentação ortodôntica é, em resumo, o conjunto de exames, geralmente de imagem, que ajudam o profissional a diagnosticar o problema, a fim de que ele possa estudar quais os tratamentos adequados ao paciente.

Por isso, ele deve pedir-lhe a documentação em um primeiro momento, para que defina a linha de atuação que adotará para tratar de você. Bastante útil, a documentação é sempre consultada ao longo do processo, também com a finalidade de verificar a evolução do tratamento.

Como a documentação ortodôntica é feita?

Em geral, os dentistas requisitam fotografias intra e extra-orais, modelos de gesso e radiografias, principalmente quando existe a possibilidade de usar aparelho ortodôntico. Procure colaborar para que as imagens e moldes possam, de fato, ajudar a identificar sua condição pelo profissional.
Fotos frente, perfil e sorrindo - Fotos Extrabucais
Fotos intrabucais
Radiografia panorâmica
Radiografias periapicais
Análise Cefalométrica
Telerradiografia de perfil ou lateral


É desnecessário preocupar-se com dor durante os procedimentos, uma vez que não a causam, ainda que a moldagem e as fotos intra-orais possam ser desconfortáveis. Além disso, os resultados do mapeamento oral não demoram a ficar prontos, o que torna o processo ágil.

Qual a importância da documentação ortodôntica? 

O Que É Flúor?

O flúor é um mineral natural encontrado em toda a crosta terrestre e largamente distribuído pela natureza. Alguns alimentos contêm flúor, assim como a água fornecida por algumas empresas de serviço público.

O flúor é geralmente adicionado à água potável para ajudar a reduzir a incidência de cáries nos dentes. Na década de 30, pesquisadores encontraram pessoas que cresceram bebendo água naturalmente fluoretadas. Desde então, os estudos têm mostrado repetidamente que quando o flúor é adicionado ao suprimento de água da comunidade, a incidência de cárie diminui. A Associação Brasileira de Odontologia, a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, dentre muitas outras organizações têm endossado o uso de flúor nos suprimentos de água, devido ao seu efeito preventivo contra a cárie.

Como o flúor atua?

O Que É Restauração?


A restauração é uma forma de fazer com que o dente afetado pela cárie volte à sua forma e sua função normal. Quando o dentista faz uma restauração, ele primeiro remove a parte do dente que está deteriorada, limpa a área atingida e então preenche a cavidade limpa com um material de restauração.
Ao fechar os espaços onde as bactérias podem se infiltrar, a restauração também ajuda a prevenir uma deterioração posterior. Os materiais utilizados para as restaurações podem ser ouro, porcelana, uma resina composta (restauração da cor do dente) e amálgama (uma liga de mercúrio, prata, cobre, estanho e algumas vezes zinco).

Qual o melhor tipo de restauração?
Não existe um único tipo ideal para todas as pessoas. O que é melhor para cada um será determinado pela extensão do preparo, a possível alergia a certos materiais, o local da boca que precisa ser restaurado e o custo. Algumas considerações a respeito de cada material:

·         Restaurações de Ouro são feitas sob encomenda em um laboratório de prótese e cimentadas no dente em questão. As incrustações de ouro são bem aceitas pelos tecidos gengivais e podem durar mais de 20 anos. Por esta razão, muitos autores consideram o ouro o melhor material de restauração. No entanto, é geralmente a opção mais cara e requer múltiplas visitas ao dentista.
Restauração de ouro
  •   Restaurações de amálgama (prata) são resistentes e relativamente baratas. Entretanto, devido à sua cor escura, são mais aparentes que a porcelana ou o composto de resina, e não são utilizadas em áreas muito visíveis, como os dentes anteriores.
Amálgama prateado
·         Resinas compostas (plástico) combinam com a cor dos seus dentes e, portanto, são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural. Os ingredientes são misturados e colocados diretamente na cavidade, onde endurecem. As resinas compostas não são o material ideal para grandes restaurações, pois podem lascar ou se desgastar com o tempo. Também podem manchar com pigmentos como o café, chá ou tabaco, e não duram tanto quanto outros tipos de restaurações - em geral de três a 10 anos.

Restauração branca composta